Enxerto Autógeno para Reconstrução de Maxila - Área Doadora: Mento.

  Caso clínico, 09 de Ago de 2011

Resumo

A paciente L.M.S., leucoderma, 45 anos, nos procurou manifestando o desejo de realizar um tratamento de reabilitação com implantes dentários na região de maxila anterior.

No primeiro exame clínico foi possível observar a carência de osso do rebordo. O Tratamento proposto e executado foi: recontrução óssea do local utilizando material autógeno colhido do mento, com instalação dos implantes com torque superior a 60N, 04 mêses após o enxerto.

O tratamento está sendo concluido com sucesso, comprovado-se a superioridade reconstrutiva do ósso autógeno frente às outras alternativas. Destaca-se que a única grande desvantagem desta técnica é a maior morbidade para o paciente, por conta do acesso cirúrgico para área doadora.

Fotos do caso

Conclusão

Apesar da maior morbidade sofrida pelo paciente, conclui-se que o enxerto autógeno ainda é a melhor escolha para aumento de espessura em rebordo alveolar. 

Envie seu comentário

Cadastre-se grátis e opine sobre este caso clínico.

Autor

Veja mais

Dr. Gilmar Silva

Cirurgião-Dentista

 Feira de Santana e Itabuna, BA

Graduado em Odontologia pela Universidade Estadual de Feira de Santana, na turma 2007.1
Pós graduações: Cirurgia Oral - 2008; Implantodontia 2009, especialização em Cirurgia... Leia mais

Cursos Online em destaque

Pesquisar produtos

Veja mais no Catálogo

Você é dentista?

Crie seu perfil para interagir com Dr. Gilmar e mais 120 mil dentistas.

Conecte-se com Facebook