Conhecimento e Atitudes dos Responsáveis por Crianças Diante da Cárie e Erosão Dentária e sua Relação com o Uso de Medicamentos Infantis

  Artigo, 11 de Nov de 2012

Esta pesquisa avaliou o conhecimento e atitudes de responsáveis por crianças a respeito dos potenciais cariogênico e erosivo de medicamentos infantis. Para obtenção do material para análise foram realizadas entrevistas sobre a associação do uso de medicamentos infantis com cárie e erosão dentária, bem como os cuidados com a higiene bucal após sua ingestão. Foram analisadas 89 entrevistas completas de responsáveis, dos quais 54 (60,6%) consideram os medicamentos infantis doces, 45 (50,5%) ácidos e 58 (65,1%) amargos, porém, apenas 18 (20,2%) destes últimos realizavam higiene bucal das crianças após sua utilização. Além disso, apenas 28 (31,4%) responsáveis realizavam esta prática, dos quais 12 (13,4%) haviam recebido orientação prévia sobre higiene bucal. A associação entre o uso de medicamentos e a cárie dental foi relatada por 64 (71,9%) ou defeitos na estrutura dos dentes por 41 (46%) dos entrevistados, dos quais 24 (39,3%) justificaram tal associação em função da presença de açúcar nas formulações. Verificou-se que a maioria dos responsáveis não realiza higiene bucal em seus filhos após o uso de medicamentos infantis, apesar de estes considerarem que os medicamentos são doces e que seu uso está relacionado com o surgimento de cárie e defeitos na estrutura do dente, também que a relação de causa e efeito pode não estar sendo claramente estabelecida.

Envie seu comentário

Cadastre-se grátis e opine sobre este artigo.

Autora

Veja mais

Suzane Pereira

Estudante de Odontologia

 Manaus, AM

Suzane Pereira é estudante de odontologia em Manaus, AM - Brasil pela IAES. Faz parte do iDent desde Novembro de 2012.

Cursos Online em destaque

Pesquisar produtos

Veja mais no Catálogo

Você é dentista?

Crie seu perfil para interagir com Suzane e mais 120 mil dentistas.

Conecte-se com Facebook