Laserterapia no Tratamento de Dtm

  Artigo, 13 de Out de 2016

Laserterapia no Tratamento de Dtm

As disfunções temporomandibulares (DTM) são doenças que consistem em uma série de sinais e sintomas clínicos, que envolve a ATM e/ou a musculatura mastigatória, tais como: abertura de boca limitada, dor, ruídos articulares, cefaléia, crepitação, e até mesmo distúrbios auditivos, entre outros.

Apresentando etiologia multifatorial, pode estar associada a fatores dentários e/ou faciais, os quais se relacionam com o aparelho estomatognático e raramente ocorre acometendo exclusivamente articulação ou musculatura.

"A DTM por ser uma patologia complexa requer um tratamento, baseado em um correto diagnóstico."

A DTM por ser uma patologia complexa requer um tratamento, baseado em um correto diagnóstico, estabelecido a partir de informações sobre possíveis fatores etiológicos, por meio do levantamento de sinais e sintomas para cada paciente.

Entre os diversos tratamentos temos o laser de baixa intensidade, que apresenta-se em muitos casos como uma alternativa terapêutica.

A principal justificativa do uso do laser de baixa intensidade (laserterapia) nas DTMs é devida aos seus efeitos analgésico, antiinflamatório e reparador tecidual com modulação de atividade celular.

O laser de baixa intensidade tem demonstrado uma capacidade em auxiliar no tratamento sintomático da dor, promovendo um grau de conforto considerável ao paciente, momentos após sua aplicação.

"A grande vantagem das aplicações do laser no tratamento das DTM é que este tipo de terapia não é invasiva."

A grande vantagem das aplicações do laser no tratamento das DTM é que este tipo de terapia não é invasiva, de baixo custo e atualmente esta sendo amplamente utilizada na clínica odontológica, diminuindo a demanda relacionada às cirurgias ou uso de medicamentos para tratamento do alívio de dor e regeneração tecidual.

Todavia, a laserterapia é um tratamento coadjuvante no alívio das dores pela ação analgésica do laser, o que possibilita o retorno do paciente às suas funções, proporcionando-o maior comodidade e melhor qualidade de vida.

Encontramos na literatura resultados que apontam uma melhora significante nos sinais e sintomas da DTM indicando que a laserterapia promoveu efeitos satisfatórios.

Este tipo de terapia é muito eficaz, haja vista que promove também a biomodulação, fator importante no tratamento das desordens degenerativas, sendo que a dosagem correta é essencial para o sucesso do tratamento.

Envie seu comentário

Cadastre-se grátis e opine sobre este artigo.

Autora

Veja mais

Dra. Lila Bolsanelo

Cirurgiã-Dentista

 Vila Velha, ES

Dra Lila Bolsanelo graduou-se na UFES (Universidade do Estado do Espírito Santo), e logo iniciou sua especialização em Implantodontia no Rio de Janeiro.

Atua principalmente... Leia mais

Cursos Online em destaque

Pesquisar produtos

Veja mais no Catálogo

Você é dentista?

Crie seu perfil para interagir com Dra. Lila e mais 120 mil dentistas.

Conecte-se com Facebook