Tópico, 04 de Ago de 2019

“O verdadeiro estudante tem um grande interesse na história da ciência, não só porque o passado serve como um indicador para o futuro, mas também porque a mente curiosa tem um desejo insaciável de aprender sobre grandes mentes que vieram e se foram.” Brooks, 1966

É com essa 'ânima' e avizinhando-se o meu 36º ano de graduado em Odontologia é que me proponho a relatar o que se segue com um tom de homenagem. Quem sabe possa ajudar a entender como situar a história da REHABILITACIÓN NEURO-OCLUSAL dentro de um contexto maior, a história da odontologia, particularmente, àqueles colegas que estão se iniciando na carreira ou àqueles que não estão familiarizados com essa escola odontológica.

De fato, gostaria de ter inserido esse tópico há quatro dias atrás - 31 de julho - quando se relembrou o 25º ano do passamento de um personagem único no cenário odontológico mundial, o Professor Doutor Pere Miquel PLANAS i Casanovas (nome completo em catalão).

Até onde pude chegar em minha investigação histórica, foi ele o introdutor da escola europeia de Ortopedia Funcional dos Maxilares (OFM) na América do Sul, através da Argentina. Contribuição essa que se estendeu fortemente ao Brasil, aonde acabou culminando no desmembramento entre a OFM e a Ortodontia, e o reconhecimento como especialidades distintas (não, técnicas e sim, ciências!) – muitos seguidores e ex-alunos de PLANAS contribuíram ativa e decisivamente para essa conquista, somando-se a outras vertentes (ANEO/CFO, 2001 – Manaus, AM).
Muito embora tudo isso pudesse, aos olhos de PLANAS, ter parecido paradoxal, justamente, pelo fato de PLANAS - cirurgião-dentista e médico; doutor em medicina e cirurgia - entender e enxergar as especialidades odontológicas em seu conjunto como a Medicina Estomatológica, num contexto amplo e indissociável - fato que pude presenciar em sua clínica privada em Barcelona quando do meu estágio no ano de 1987: “(...) São uma mesma matéria que se sucede e intercala no transcurso da idade.” A sua maneira de compreender a Odontologia atrelada às suas exigências clínicas o permitiram, naquela época, a interpretar fenômenos que, sequer, eram cogitados nos laboratórios de Fisiopatologia, culminando na enunciação de leis que regem a dinâmica e o desenvolvimento do Sistema Estomatognático (já confirmadas experimentalmente e um de seus maiores legados). De posse desses conhecimentos inéditos, se lançou numa marcha frenética de desenvolvimento daquilo que ele denominou REABILITAÇÃO NEURO-OCLUSAL (RNO), especulando, inventando e conseguindo, sucessivamente, a excelência clínica em seus desideratos.

Em razão dessas premissas, PLANAS anunciou seu divórcio da Ortodontia e da OFM (essa a mais pujante na Europa naquele momento), no ano de 1965, tendo, assim, conceituado a RNO: “ (...) é a parte da Medicina Estomatológica que estuda a etiologia e a gênese dos transtornos funcionais e morfológicos do Sistema Estomatognático... e se fundamenta em descobrir onde, quando e como atuar sobre os centros neurais receptores que proporcionam a resposta de desenvolvimento deste sistema para que, excitando-os fisiologicamente e na medida necessária, proporcionem uma resposta normal e equilibrada.” Assim pode-se enxergar com clareza a estreita interrelação de seus conceitos com aqueles da Ortopedia Médica Geral bem como da Cinesiologia Bucal. Em última instância – e você pode nunca ter se dado conta! – é isso que se tenta viabilizar ao se implementar nossos procedimentos em nossos consultórios "odontológicos”.

Depois de enormes esforços, ao longo de décadas, você tem a fortuna de encontrar à sua disposição um farto material bibliográfico escrito com a pena de PLANAS. Desde seus livros, publicados em espanhol/Espanha (3ª Ed-2013); português/Brasil (2ª Ed-1994); francês/França (2ª Ed-2006); italiano (2ª Ed-1994) e espanhol/Venezuela (2ª Ed-2006), até quase uma centena de artigos publicados em diversos periódicos.

Quem teve a sorte de conhecê-lo e/ou a oportunidade de estudar e vivenciar a filosofia odontológica que edificou (RNO), certamente, não foi pegado de surpresa ao se deparar com a afirmação categórica e autorizada de PETROVIC, A.G. - médico hematologista e endocrinologista; ex-chefe do Laboratório de Pesquisas Sobre o Crescimento Ósseo-Cartilaginoso junto ao Instituto Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica (ISERM) e Universidade Louis Pasteur - Estrasburgo/França e um dos mais respeitados pesquisadores sobre o crescimento e desenvolvimento craniofacial:

“(...) PLANAS nos ensina como atuar. Como todo verdadeiro inovador nos força também a refletir. Para mim, mais que um mestre para pensar, PLANAS é um mestre inspirador!”

Por esses e tantos outros esforços, ele se habilitou a ser reconhecido como:

“Um Homem que Mudou os Rumos da Odontologia”.

De onde estiver continue nos intuindo com sua luz em benefício dos nossos pacientes!

Envie seu comentário

Cadastre-se grátis e opine sobre este tópico.

Autor

Veja mais

Dr. Carlos Augusto

Cirurgião-Dentista

 Muriaé, MG

Graduado há 37 anos, atua como ESPECIALISTA em Ortopedia Funcional dos Maxilares [2002_CFO] e ESPECIALISTA em Ortodontia [Jan_1987;PUC-Rio] em Muriaé e Cataguases

1987-Estagiou... Leia mais

Cursos Online em destaque

Pesquisar produtos

Veja mais no Catálogo

Você é dentista?

Crie seu perfil para interagir com Dr. Carlos e mais 120 mil dentistas.

Conecte-se com Facebook