Tratamento de Apicificação Empregando Mta Repair Hp: Relato de Caso Clínico

  Caso clínico, 14 de Jun de 2018

Resumo

Relato de Caso Clínico

Paciente do gênero masculino, 28 anos, apresentou-se com quadro clínico assintomático de alteração cromática do elemento dental 11 (Figura I), relatando histórico de trauma dental na infância. Constatou-se no exame clinico e radiográfico sugestão de necrose pulpar (Figura II), sendo o mesmo submetido ao tratamento endodôntico.

Após a abordagem inicial do paciente, o mesmo foi anestesiado e procedeu-se à confecção do isolamento absoluto. Posteriormente o acesso coronário foi realizado, aonde constatou-se clinicamente a necrose pulpar. Foi realizado uma penetração desinfetante crown-down empregando como agente irrigador NaOCl à 2,5%, sendo a odontometria realizada pelo método radiográfico (Figura III) devido a inviabilidade de emprego de um localizador foraminal nestas condições anatômicas, podendo influenciar em sua precisão.

O preparo foi realizado pela técnica de preparo manual (step-back) utilizando Limas K de 3ª série (Maillefer/Suiça) procurando dilatar toda a conformação do canal radicular, e como agente irrigador NaOCl 2,5%. A cada troca de instrumento, realizou-se irrigação ultrasônica passiva com insertos lisos (Figura IV) objetivando potencializar a promoção de limpeza. Como complemento ao processo de descontaminação intra-canal, foram realizados duas trocas quinzenais de Hidróxido de Cálcio (Ultracal/Ultradent/USA) (Figura V), também com a finalidade de analisar a qualidade de limpeza obtida através do preenchimento observado radiograficamente pela radiopacidade do mesmo (FiguraVI).

Após remoção do medicação intracanal e secagem, a confecção do plug apical foi realizada com o MTA REPAIR HP (Angelus/Brasil) (FiguraVII), sendo a inserção realizada pela técnica direta através do emprego de condensadores endodônticos previamente mensurados (FiguraVIII), objetivando o preenchimento e consequente selamento dos 4 mm apicais (FiguraIX).

Após 24 horas, realizou-se a obturação do canal radicular pela técnica termomecânica Híbrida de Tagger com o cimento obturador à base de M.T.A. Fillapex (Angelus/Brasil). Observou-se radiograficamente um ideal selamento de todo o espaço do canal radicular, bem como a presença de pós-operatório silencioso (Figura X). A proservação foi realizada após seis meses, constatando-se a neoformação óssea na região apical (Figura XI).

Autor:

Prof. Dr. Fábio Duarte da Costa Aznar

  • Doutor em Ciências Odontológicas Aplicadas, Universidade de São Paulo/Brasil
  • Coordenador do Curso de Especialização em Endodontia Latinoamericanos/FACOPH/Bauru-SP, FACESC/Chapecó-SC, FACOPH/Goiânia-GO, GOE/Macapá-AP e FUNORTE/Ji-Paraná-RO

Fotos do caso

Envie seu comentário

Cadastre-se grátis e opine sobre este caso clínico.

Cursos Online ANGELUS

Catálogo ANGELUS

Todo o catálogo ANGELUS

Você é dentista?

Crie seu perfil para interagir com ANGELUS e mais 90 mil dentistas.

Conecte-se com Facebook